FAO.org

Accueil > A propos > Qui sommes-nous > Le Directeur général > Archives des nouvelles > Nouvelles

FAO e governo brasileiro se unem para fortalecer pesca em países africanos

Diretor-Geral da FAO e Ministro brasileiro da Pesca e Aquicultura assinam carta de intenções para promover o setor
FAO
O Diretor-Geral da FAO e o Ministro da Pesca e Aquicultura do Brasil, Eduardo Bendito Lopes.

Roma, 11 de junho de 2014 – O Diretor-Geral da FAO, José Graziano da Silva, e o Ministro da Pesca e Aquicultura do Brasil, Eduardo Bendito Lopes, assinaram na tarde de hoje (11), em Roma, uma carta  de intenções que estabelece parceria com países africanos nos setores da pesca e da aquicultura.

De acordo com o documento, a FAO e o Brasil planejam desenvolver ações de cooperação técnica e ajudar as nações africanas a formularem políticas públicas que beneficiem essas áreas, que são consideradas fundamentais para a promoção da segurança alimentar e nutricional.

“Temos enquadrado os setores de pesca e aquicultura de maneira mais direta dentro do marco estratégico da organização, revisado no ano passado, e no nosso Programa de Trabalho e Orçamento.  Agora, é preciso dar um passo adiante, com ações concretas”, afirmou o DG-FAO.

“A aptidão e a vocação brasileira para a cooperação Sul-Sul, traduzidas na realização de diversas experiências de sucesso, são condições inequívocas para que o acordo nos setores pesqueiro e aquícola frutifique”, acrescentou Graziano da Silva.

O Diretor-Geral da FAO ainda reiterou a importância da contribuição financeira do Brasil à consultoria técnica responsável por desenvolver diretrizes voluntárias de proteção à a pequena pesca sustentável

O Ministro brasileiro, que está em Roma por ocasião da 31ª sessão do Comitê de Pesca (COFI 31), afirmou que “O Brasil tem un extraordinario potencial e responsabilidade de contribuir para a segurança alimentar mundial, especialmente através da aquicultura”.

O Diretor-Geral da FAO reiterou a importãncia da nutriçao e convidou o Ministro da Pesca e Aquicultura do Brasil e o Presidente da Frente Parlamentario de Segurança Alimentar e Nutricional a participar em da Segunda Conferencia Internacional sobre Nutriçao, que se realizará em novembre, na FAO.