FAO.org

Home > Region_collector > Américas > Notícias > Notícia
Escritório Regional da FAO para a América Latina e o Caribe

A paz duradoura na Colômbia necessita a construção de sólidas instituições rurais e agrícolas

A FAO assinou um acordo de 8,7 milhões de dólares com a Agência para o Desenvolvimento Rural da Colômbia para impulsar o processo de paz, promovendo o desenvolvimento agrícola e rural com um enfoque territorial.

A FAO vai trabalhar com a Agência de Desenvolvimento Rural para desenvolver planos e projetos de desenvolvimento rural com uma abordagem territorial integrada.

20 de junho de 2017 - A Agência de Desenvolvimento Rural da Colômbia e a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) assinaram um acordo de 8,7 milhõe de dólares para apoiar a política pública agrícola e rural.

A Agência de Desenvolvimento Rural (ADR) foi criada em 2015 com o objectivo de melhorar as condições de vida dos residentes rurais e apoiar o acordo de paz através de iniciativas rurais em larga escala.

A FAO vai trabalhar com a Agência de Desenvolvimento Rural para desenvolver planos e projetos de desenvolvimento rural com uma abordagem territorial integrada.

"Para nós, este acordo é fundamental. Temos certeza de que com a FAO vamos formar uma grande equipe", disse Carlos Eduardo Gechem, presidente da ADR, durante a assinatura do acordo.

Ao reforçar as capacidades da Agência para o Desenvolvimento Rural, a FAO vai ajudar a Colômbia a desenvolver o apoio institucional necessário para restaurar os meios de vida nas áreas rurais afetadas pelo conflito armado e reconstruir as comunidades rurais, reforçando a paz e aumentando a competitividade agrícola do país.

"Esta agência representa o tipo de instituição que uma nova Colômbia necessita", disse o Represetante da FAO na Colômbia, Rafael Zavala, sobre o papel fundamental desempenhado pela Agência para o Desenvolvimento Rural nas áreas rurais da Colômbia.

Soluções cuidadosamente adaptadas para cada território

O trabalho conjunto entre a FAO e a Agência para o Desenvolvimento Rural vai se concentrar em dezesseis dos departamentos: Chocó, Caldas, Risaralda, Quindio, Tolima. Cauca, Valle del Cauca, Nariño, Putumayo, Huila, Atlántico, Antioquia, Boyaca, Bolivar, Cesar, Tolima, Meta e Nariño.

O novo acordo inclui três áreas de trabalho principais. A primeira incidirá sobre a criação e o co-financiamento de projetos integrados de desenvolvimento agrícola e rural com uma abordagem e serviços de assistência técnica cuidadosamente elaboradod para atender às necessidades específicas de cada território.

A segunda visa desenvolver planos  agrários de desenvolvimento rural em nível departamental e um manual metodológico para a construção desses planos, para que possam ser replicados e socializados com as comunidades locais.

A terceira principal área de trabalho fortalecerá as capacidades da Agência para o Desenvolvimento Rural e outros parceiros para melhorar a integração produtiva e a competitividade fomentando as organizações da agricultura familiar e as parcerias com o setor privado.

Sob esta linha de trabalho, a FAO vai criar diretrizes para os serviços de assistência técnica agrícola, planos para fortalecer o associativismo e uma estratégia para a criação e a operação de redes locais de projetos integrados de desenvolvimento agrícola.

"A parceria que assinamos vai impulsar a paz através do desenvolvimento institucional. A nossa atenção não estará focada apenas nas áreas de alto risco, mas também em todo o ruralidade da Colômbia, uma parte do país que de alguma forma foi deixada para trás", disse Zavala .

  "A FAO é uma organização com uma grande experiência e a capacidade de trabalhar em conjunto neste tema que é fundamental para o nosso país", concluiu Gechem

Share this page