FAO.org

Home > Country_collector > Brasil > Notícias > Detail
Brasil

Concurso irá escolher práticas agrícolas tradicionais de destaque no Brasil

09/01/2018

Brasília, 09 de janeiro de 2018 – Foram prorrogadas até 20 de fevereiro as inscrições no Prêmio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais (SAT). O objetivo é reconhecer 15 iniciativas brasileiras, bem como incentivar e fortalecer a articulação, mobilização e formação de redes comunitárias em torno dos SAT.

Este prêmio é uma parceria entre BNDES, Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com o apoio da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD).

Os cinco primeiros colocados receberão R$ 70 mil reais e os demais selecionados R$ 50 mil reais e, também, serão premiados com uma capacitação oferecida por especialistas das três instituições inspiradoras do Prêmio. Além disso, terão a oportunidade de concorrer ao título de Patrimônio Cultural do Brasil, concedido pelo Iphan, e ao reconhecimento internacional da FAO como Sistemas Agrícolas Tradicionais de Relevância Global (GIAHS, sigla em inglês).

A FAO já concedeu este reconhecimento internacional GIAHS a sistemas agrícolas de 17 países, mas o Brasil ainda não foi contemplado. Visa a salvaguarda dos aspectos sociais, culturais, econômicos e ambientais de bens e serviços desenvolvidos por povos e comunidades tradicionais, pequenos agricultores familiares e comunidades locais, bem como a conservação dinâmica de todos os componentes do sistema agrícola voltados para segurança alimentar e nutricional de gerações atuais e futuras.

Sistemas culturais transmitidos de geração a geração

É considerado um Sistema Agrícola Tradicional (SAT) um conjunto de elementos desde os saberes, mitos, formas de organização social, práticas, produtos, técnicas e artefatos e outras manifestações associadas, formando sistemas culturais que envolvem espaços, práticas alimentares e agro ecossistemas manejados por povos e comunidades tradicionais e por agricultores familiares.

Para o prêmio, as boas práticas podem ser inscritas por meio de uma entidade que deverá comprovar que possui histórico de relacionamento com o grupo social/comunidade detentora de Sistema Agrícola Tradicional. Só é possível inscrever uma iniciativa por entidade. Estes grupos/comunidades possuem conhecimento específicos sobre os SAT e são os principais responsáveis pela sua transmissão para as futuras gerações e continuidade da prática ao longo do tempo.

Um exemplo são os povos e comunidades tradicionais, grupos culturalmente diferenciados e que se reconhecem como tais, que possuem formas próprias de organização social, que ocupam e usam territórios e recursos naturais como condição para sua reprodução cultural, social, religiosa, ancestral e econômica, utilizando conhecimentos, inovações e práticas gerados e transmitidos pela tradição.

Saiba mais sobre o edital para inscrição no prêmio: aqui. Dúvidas sobre o prêmio, escreva para premiosatbndes@embrapa.br.