FAO.org

Home > Country_collector > FAO no Brasil > Notícias > Detail
FAO no Brasil

Panamá sedia a XV Reunião da Comissão de Pesca Continental e Aquicultura para a América Latina e o Caribe

22/01/2018

Panamá - De 22 a 24 de janeiro de 2018, representantes dos países membros da FAO da América Latina e do Caribe se reúnem para definir o plano de trabalho da Comissão para o biênio 2018-2019. O Brasil estará representado pelo Coordenador-Geral de Planejamento e Ordenamento da Aquicultura, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Weverton de Lima Silva.

A COPESCAALC foi criada em 1976 para promover o uso racional de recursos pesqueiros continentais, assessorar os governos em medidas de manejo pesqueiro e apoiar o desenvolvimento da aquicultura e atua em todas as águas continentais da América Latina, Jamaica e Suriname.

Durante a XV reunião da Comissão, será realizado um workshop para fortalecer os sistemas de monitoramento, controle e vigilância para garantir a sustentabilidade da pesca artesanal, serão analisados os avanços e os desafios da pesca continental e da aquicultura na região e será traçado o plano de ação para o próximo biênio.

Na pauta da Comissão também está a reformulação e o fortalecimento da Rede de Aquicultura das Américas em face dos novos desafios no setor.

Serão identificadas, ainda, as recomendações para a próxima Conferência Regional da FAO na América Latina e no Caribe que acontece em março deste ano.

O grande valor da pesca continental e da aquicultura na América Latina e no Caribe

A pesca continental é uma importante contribuição para a economia de muitos países da região em termos de geração de emprego, renda e oferta de alimentos. Esta contribuição é especialmente importante para a segurança alimentar e para os meios de subsistência das grandes populações ribeirinhas rurais que vivem em torno de rios e lagos.

Na América Latina, a pesca continental aumentou nos últimos 50 anos, no entanto, tem crescido a uma taxa lenta, especialmente em comparação com a África ou a Ásia. Em termos globais, a América Latina contribui com apenas 5,12% para a captura mundial. (2009, COPESCAALC)

O objetivo do COPESCAALC é promover a gestão e o desenvolvimento sustentável das pescas continentais e da aquicultura, de acordo com os princípios e regras do Código de Conduta para a Pesca Responsável.

A Comissão está aberta a todos os países membros e associados atendidos pelo Escritório Regional da FAO para a América Latina e o Caribe.

Mais informações em: http://www.fao.org/americas/copescaalc/es/