FAO.org

Home > Country_collector > FAO no Brasil > Notícias > Detail
FAO no Brasil

O Diretor-Geral da FAO, Graziano da Silva, entrega o leme a Qu Dongyu, com um apelo para melhorar o acesso a alimentos de qualidade para todos

01/08/2019

Roma - "Programas de proteção social e políticas públicas são fundamentais para reduzir a fome, já a qualidade de nossa comida - tanto produzida como consumida - deve ser melhorada", disse o Diretor-Geral da FAO, José Graziano da Silva, em cerimônia de entrega marcando seu último dia no país - a base da agência da ONU.

Qu Dongyu, da China, assume cargo hoje e seu mandato será até 31 de julho de 2023.

Graziano da Silva destacou o papel da FAO no campo, em fazer a diferença e melhorar a “vida das pessoas vulneráveis”, fornecendo capacidade técnica, especialmente aos países em desenvolvimento, ao mesmo tempo apontando para o trabalho normativo que a agência, que tem 194 estados membros, produz.

"Não tenho dúvidas de que o Dr. Qu tem muito a oferecer à FAO em termos de conhecimento e com sua experiência", disse ele.

Qu Dongyu, nono diretor-geral da FAO

Qu Dongyu agradeceu a Graziano da Silva pelo "processo de transição suave", que descreveu como "uma nova cultura para a FAO". Ele também expressou "profundo respeito" pelo trabalho de Graziano da Silva na FAO.

Olhando para o futuro, Qu Dongyu disse: "Eu pretendo trabalhar para uma FAO que aplica ciência e tecnologia modernas, e adota abordagens inovadoras".

"Meu objetivo é tornar essa organização mais dinâmica, transparente e inclusiva nos próximos quatro anos", acrescentou.

Qu Dongyu também destacou a necessidade de estabelecer diálogo, construir confiança, aumentar a eficiência e focar na prestação de contas.

Qu Dongyu foi eleito em 23 de junho de 2019. Ele é o nono Diretor-Geral da FAO desde que a Organização foi fundada em 16 de outubro de 1945. Leia o currículo completo aqui (página 15).