Moçambique: educação e desenvolvimento rural
Moçambique: educação e desenvolvimento rural



ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A AGRICULTURA E A ALIMENTAÇÃO
Roma, 2007

Descarregar PDF 4319 kb


As definições empregadas e a apresentação do material nesta publicação não implicam a manifestação de qualquer opinião por parte da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura relativamente à situação jurídica de quaisquer países, territórios, cidades ou áreas ou das respectivas autoridades ou relativamente à delimitação das suas fronteiras ou limites.

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, total ou parcialmente, por quaisquer métodos ou processos, sejam eles eletrônicos, mecânicos, de cópia fotostática ou outros, sem a autorização escrita do possuidor da propriedade literária. Os pedidos para tal autorização, especificando a extensão do que se deseja reproduzir e o seu objectivo, deverão ser dirigidos ao Director da Divisão de Publicações, Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A AGRICULTURA E A ALIMENTAÇÃO

Viale delle Terme di Caracalla
00153 Roma, Italia

o por correo electrónico a:   copyright@fao.org

 

Texto  traduzido para português por Cristina Meirelles C. Castro
Primeira edição em Italiano : Edizioni Lavoro/ Iscos
Título original: Mozambico: Educazione e Sviluppo Rurale, de Lavinia Gasperini
© 1989, Edizioni Lavoro, Roma

 

© FAO 2007


ÍNDICE

sección I (1056 KB)

Sumário
sección II (682 KB)
Capítulo 1
Direcção cultural colonial e sistema educativo
Capítulo 2
A educação nas “zonas libertadas” pela Frelimo antes da independência
Capítulo 3
Continuidade e ruptura com a experiência das zonas libertadas: a independência
Capítulo 4
Algumas experiências
sección III (2178 KB)
Capítulo 5
Dois nós cruciais
a) A formação dos professores primários
b) A mudança de sistema: o sistema nacional de educação
sección IV (471 KB)
Capítulo 6
A Universidade
Capítulo 7
Educação e desenvolvimento
Notas
Bibliografía