FAO.org

Home > In Action > Programa Brasil-FAO > Notícias > Ver
Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO

Merendeiras de escolas públicas brasileiras visitam a República Dominicana para conhecer a experiência do país em alimentação escolar

A viagem faz parte do prêmio conquistado no concurso que escolheu as melhores receitas de alimentação escolar do Brasil.

Foto: Inabie

Brasília, Brasil, 24 de abril de 2018 - Cinco merendeiras de escolas públicas brasileiras que ganharam a segunda edição do concurso Melhores Receitas de Alimentação Escolar chegaram nesta segunda (23) à República Dominicana para conhecer a experiência do programa de alimentação escolar do país. A viagem faz parte do prêmio que elas receberam neste concurso. A cerimônia de premiação ocorreu em outubro de 2017. 

O concurso foi promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Ministério da Educação (MEC), e contou com o apoio do projeto de Fortalecimento de Programas de Alimentação Escolar na América Latina e no Caribe, do Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO. 

Conhecendo outras experiências

A missão na República Dominicana inclui uma visita à Punta Cana, ao escritório da FAO em Santo Domingo e ao Conselho Nacional do Instituto Nacional de Bem-Estar dos Estudantes (INABIE), uma agência descentralizada ligada ao Ministério da Educação do país (MINERD) e criada para promover serviços de transporte, nutrição escolar e serviços de saúde, apoio estudantil em uniformes e suprimentos, entre outros. 

As merendeiras brasileiras também conhecerão a experiência de Escolas Sustentáveis no município de Monte Plata, que consiste em uma política intersetorial que promove: articulação intersetorial; participação social; educação alimentar e nutricional - hortas escolares pedagógicas; melhoria da infraestrutura escolar; adoção de cardápios adequados e saudáveis de acordo com a cultura local; e compras diretas de alimentos da agricultura familiar local. 

Para a coordenadora do projeto, Najla Veloso, esta viagem é uma oportunidade para que "essas profissionais possam refletir sobre suas práticas, conhecer outras experiências e ampliar seus conhecimentos sobre a oferta de alimentação escolar". 

Em Monte Plata, as merendeiras e representantes do governo brasileiro (FNDE) e do projeto da Cooperação conhecerão o sistema de vigilância alimentar e nutricional dos estudantes (SISBANE). 

O concurso Melhores Receitas de Alimentação Escolar, que recebeu mais de duas mil inscrições em sua primeira etapa, teve como objetivo valorizar o papel das merendeiras que trabalham diariamente na alimentação escolar de milhares de alunos das escolas públicas do Brasil. Em 2016, a primeira edição do concurso levou as vencedoras à cidade de Santiago, no Chile, para conhecer a experiência da alimentação escolar daquele país. 

Conheça as vencedoras:

  • Representando a Região Norte, Maria Claudia Ferreira dos Santos, com o prato “Macarronada Paraense”. Ela trabalha na Escola Municipal Jose Alves Cunha, na capital do Estado do Pará, Belém.
  • Representando o Nordeste, da Escola Juazeiro, cidade de Tacaratu, em Pernambuco, Gilda Rosângela Cordeiro de Souza, com o tradicional “Caldo Nordestino”, feito com carne de bode.
  • Representando a Região Centro-Oeste, Debora de Souza Leal Ribeiro, com o prato “Legumes ao Creme de Milho”, da Escola Doutor José Maria Fernandes Leitão, cidade de Novo Oriente, Goiás.
  • Representando o Sudeste, da Escola Municipal Interventor Noraldino Lima, cidade de São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais, Luciana Aparecida Pinheiro, com o prato “Arroz Minerim”.
  • Representando a Região Sul, Daniela Fernanda Felizardo, com o prato “Polenteca”, da EMI Feliz da Vida, cidade de Bento Gonçalves, Estado do Rio Grande do Sul.