FAO.org

Home > Country_collector > FAO in Mozambique > Notícias > Detail
FAO in Mozambique

Cerimónia de Graduação dos Mestres na Metodologia Escola na Machamba do Camponês Distrito de Gondola, Província de Manica

22/06/2018

Realizou-se aos 21 de Junho de 2018, no distrito de Gondola na Província de Manica,  a cerimónia de graduação de 30 mestres na metodologia escola na machamba do camponês. O governo, por meio da Direcção Nacional e Extensão Agrária (DNEA) solicitou à Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO)  ao abrigo do projecto UTF/MOZ/125/MOZ com um financiamento do FIDA a condução de uma formação de mestres de carácter nacional durante um período de 90 dias. Os 30 formandos eram oriundos de todas as províncias do país incluindo da cidade de Maputo. Tratou-se do III Curso do género que o País realiza.

A cerimónia foi dirigida pela Exma. Senhora Sandra Silva, Directora Nacional da Extensão Agrária e contou com a presença do Exmo. Sr. Pedro Simpson, Representante Interino da FAO em Moçambique, do Exmo Senhor Secretário Permanente do distrito de Gondola e dos Exmos Senhores Chefes dos Serviços Provinciais de Extensão de Manica, Tete, Zambézia, Nampula e Sofala.

Este curso inseriu se no acordo assinado aos 30 de Novembro de 2017 entre a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e o Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA), particularmente, a Direção Nacional de Extensão Agrária (DNEA) com o objectivo de  melhorar o nível da implementação da metodologia escola na machamba do camponês bem como o seu impacto na melhoria da qualidade de vida dos produtores.

O curso foi conduzido por um consultor  internacional especialista nesta abordagem e cobriu vários temas pertinentes desde as prácticas inovadoras com vista a mitigação da larga do funil do milho que está a assolar sobretudo a cultura do milho em algumas regiões do país, ferramentas para a adaptação às mudanças climáticas, gestão de agro-negócios, gestão de pesticidas, entre outros temas relevantes.

Mais ainda, o curso foi orientado num sentido práctico permitindo aos mestres trabalhar junto dos grupos de produtores já estabelecidos em Gondola e os próprios mestres criaram os seus experimentos e parcelas instaladas no centro de formação. Foi possível ainda, os mestres realizarem visitas de estudo junto de instituições relevantes no sector agrário facultando lhes uma formação ampla e diversificada.

Na ocasião, uma palavra de apreço e encorajamento foi dirigida aos 30 mestres formados e um reconhecimento aos formadores Sr. Benjamin Mweri e Sra. Regina Guesela. Foram enaltecidos particularmente todos quantos, directa e indirectamente, ajudaram com o seu empenho, sabedoria e zelo na realização do curso.

Do programa de encerramento do curso constaram a apresentação de canções, um drama e uma dança típica para além das mensagem dos graduados e dos facilitadores, uma exposição dos trabalhos por estes realizados e um dia de campo caracterizado pela visita às parcelas de aprendizagem estabelecidas ao longo do curso, uma foto em grupo por esta ocasião e um almoço de confraternização. 

 

Como acções de seguimento imediato os 30 graduados receberam dois Kits constituídos por conjunto de materiais mínimos didácticos para facilitar o processo de aprendizagem, durante o estabelecimento de duas escolas na manchamba do camponês, cada um deles, nas suas zonas de origem e o governo providenciará o necessário acompanhamento técnico.