FAO.org

Home > FAO in Portugal > Notícias > Detail
FAO in Portugal

Evento evocativo dos 70 anos da assinatura da Declaração Universal dos Direitos Humanos

14/12/2018

Lisboa - No âmbito do Encontro Nacional da Juventude 2018, que decorreu entre os dias 12 e 15 de dezembro, no Centro de Congressos do Estoril, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e o Fórum da Juventude da CPLP, organizaram um evento evocativo dos 70 anos da assinatura da Declaração Universal dos Direitos Humanos cujo tema “Uma perspetiva da Juventude sobre a atualidade da Declaração nos seus 70 anos” pretendia uma reflexão transversal sobre a pertinência deste documento. A FAO esteve presente neste importante momento de reflexão.

A sessão de abertura contou com o Presidente da Câmara Municipal de Cascais, com o Vice-Presidente Fórum da Juventude da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), com a Secretária Executiva da CPLP, com a Secretária Geral da Secretaría General Iberoamericana (SEGIB), com a Secretária Geral da Organisation Internationale de la Francophonie (OIF) e Presidente de Cabo Verde e da presidência pro tempore da CPLP, que aproveitaram a oportunidade para reforçar a importância de apostar nas gerações presentes e futuras na defesa dos princípios dos direitos humanos, da cidadania participativa, da igualdade e da cooperação entre os povos.

Seguiu-se uma Mesa Redonda que contou com a participação da Mónica Ferro, Diretora do Fundo das Nações Unidas para a População, Patrícia Galvão Teles enquanto Membro da Comissão de Direito Internacional das Nações e Sílvio José Albuquerque e Silva na qualidade de Embaixador e Perito Independente junto ao Comité para a Eliminação da Discriminação Racial das Nações Unidas, onde se discutiram as perspetivas da juventude para a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH). Depois, realizou-se um painel sobre a universalidade e intemporalidade da Declaração que contou com as participações de Zaida Morais, Presidente da Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania de Cabo Verde, Jorge Moreira da Silva, Diretor do Centro de Desenvolvimento e Cooperação da OCDE e Vital Moreira, Comissário das Comemorações Nacionais dos 70 anos da DUDH e dos 40 anos da adesão de Portugal à Convenção Europeia dos Direitos Humanos (CEDH).

Da parte de tarde, houve ainda um espaço de trabalho onde jovens refletiram sobre a questão “E se fosse hoje? Que declaração teríamos?” apresentando posteriormente as suas conclusões e propostas, revelando as suas preocupações relativamente ao acesso a um emprego justo, mas também preocupações com discriminação racial e desigualdade de género. Estas conclusões foram posteriormente comentadas por Teresa Ribeiro, Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação de Portugal, João Paulo Rebelo, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto de Portugal, Miriam Allam, OCDE, Michaëlle Jean, Secretária Geral da OIF e Rebeca Grynspan, Secretária Geral da SEGIB. Abordaram a problemática das profundas mutações que o mercado de trabalho vai sofrer nos próximos anos, por força da inovação tecnológica, e a importância das escolas e academia no desenvolvimento da dimensão humana que irá contrastar com as mudanças associadas à inteligência artificial. Concluíram ser fundamental ouvir diretamente os jovens e as suas inquietações e propostas de solução.

O encerramento coube à Secretária Executiva da CPLP, Maria do Carmo Silveira e a Marcus Barão, Presidente do Fórum da Juventude da CPLP, que agradeceram a presença e a colaboração dos/as jovens nesta sessão.