FAO.org

Home > FAO in Portugal > Notícias > Detail
FAO in Portugal

FAO participa na II Escola de Verão em Sustentabilidade

11/09/2018

Lisboa - 11/09/2018 – Está a decorrer a II Escola de Verão em Sustentabilidade no ICS - Instituto de Ciências Sociais de Lisboa entre 10 e 14 de setembro. Nos cinco dias de formação, a Escola vai abordar temáticas como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, mobilidade sustentável, alimentação saudável e sustentável, compras públicas, cidadania e comunicar a sustentabilidade.

O Chefe do Escritório de Informação da FAO em Portugal e junto da CPLP, Francisco Sarmento, alertou durante a apresentação do painel “O Futuro da Alimentação em Portugal” que o sistema alimentar atual tem elevados custos sociais, económicos e ecológicos e aludiu aos dados alarmantes divulgados hoje pela FAO através do relatório O Estado da Segurança Alimentar e Nutricional no Mundo (SOFI 2018). O representante da FAO referiu que o grande desafio contemporâneo consiste na transição para sistemas alimentares sustentáveis de modo a realizar progressivamente o Direito Humano à Alimentação Adequada.

O painel também contou com a participação de Carla Lopes, investigadora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, com o painel “Inquérito Alimentação Nacional e de Atividade Física”, que expôs um estudo multidimensional que liga o padrão alimentar a certas patologias e salientou a importância das dietas com baixo impacto ambiental: “O futuro do planeta depende das escolhas saudáveis e sustentáveis que cada individuo faz diariamente”.

Lima Santos, docente e investigador do Instituto Superior Agrícola da Universidade de Lisboa fez uma apresentação sobre “Os serviços dos ecossistemas” e explicou a interdependência complexa entre políticas públicas, sistemas agrícolas e biodiversidade. Rematou que “ a solução não é regressar aos sistemas agrícolas do passado, mas compreender de que forma podemos recuperar ideias de economia circular, que preservam a sustentabilidade”.

A iniciativa findou com uma mesa redonda que contou com a participação dos intervenientes, que debateram os desafios da sustentabilidade e identificaram oportunidades nesse campo. Para dar a necessária prioridade a esta matéria, é fundamental que as várias áreas setoriais trabalhem de forma coordenada entre os vários atores e aos mais diversos níveis.